quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Projeto: “A valorização da história local em sala de aula”.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE
CURSO: HISTÓRIA
DISCIPLINA: TEMA DE HISTÓRIA DE SERGIPE I
PÓLO: NOSSA SENHORA DAS DORES
ALUNA: ELIANA ALVES DOS SANTOS

Professora: Eliana Alves dos Santos

Projeto: “A valorização da história local em sala de aula”.

Objetivo Geral:

àCompreender a importância da história local na vida dos alunos interagindo com os seus familiares.

Objetivos Específicos:
à Detectar as transformações das famílias dos próprios alunos.
àColetar informações sobre as profissões dos familiares.
àIdentificar o nível de conhecimento cultural, econômico e social.

Justificativa:

Dada a importância da memória histórica de uma sociedade local, é preciso resgatá-la sempre. Independente da profundidade na busca dos dados, os esforços conquistados serão de grande importância na contribuição da valorização dos feitos humanos ao longo do tempo. Perante a atitude de alunos orientados pela sua professora, isso se torna importante a contribuição desde já, pois esses mesmos alunos contribuem na continuidade da memória viva que há se torna sempre importante na vida de qualquer comunidade.

Metodologia:

Solicitar aos alunos que eles façam uma pesquisa sobre os seus familiares como eles viviam e como estão vivendo hoje. Assim podem demonstrar se houve mudança de vida profissionalmente e socialmente de algum membro da família. Podendo assim mostrar se houve melhora ou não e se conseguiram caminhar junto com a tecnologia globalizada. A partir de questionários pré-elaborados feitos em sala de aula com a orientação da professora, os alunos deverão aplicá-los com os seus familiares. Perguntas que poderão ser formuladas visando o tema central do projeto, como por exemplo, observar melhorias da cidade junto a seus familiares, se houve mudanças políticas, socioculturais e econômicas ou houve uma atração ou repulsão dessas famílias para a região, etc.

A elaboração do questionário é baseado no artigo “As potencialidades da história local para a produção de conhecimento em sala de aula: o enfoque do município de Sorocaba”, além de revistas e sites de internet que são elaborados por pessoas do município e jornais de nível estadual e nacional. E também foi feita a busca de cartazes e propagandas antigas com temas diversos que mostram as manifestações realizadas na cidade de Nossa Senhora das Dores. Pode-se observar nesse trecho abaixo que a cidade tem histórias riquíssimas:

“Nossa Senhora das Dores tem sua origem num povoado outrora denominado de Enforcados, cujo nome ficou marcado na história de Sergipe como símbolo da resistência indígena ao avanço colonialista europeu nas terras do cacique Serigy. (...) Enforcados recebeu esse nome por conta do extermínio de índios naquele local, por enforcamento, durante ou como conseqüência da guerra de “conquista” encabeçada por Cristovão de Barros”.

Além das manifestações culturais que permanecem durante vários anos que perpassam entre as gerações e que refletem o cotidiano do município:

“No que se refere às festas religiosas, destaque para as comemorações alusivas à Padroeira do município, Nossa Senhora das Dores (setembro) e para as procissões e penitencias, algumas centenárias que ocorrem durante a Quaresma, especialmente as procissões do “Cruzeiro do Século”, do “Madeiro”, do “Senhor Morto” e dos “Penitentes”.

Outro fator que movimenta a sociedade dorense é a sua economia baseada na agropecuária e no comércio, este último setor impulsionado por diversas lojas dos mais variados setores, mas também pela feira livre semanal que ocorre sempre às segundas.

O projeto visa também a preservação da memória local a partir do recolhimento de possíveis fotografias antigas comparadas com imagens recentes que os alunos irão fotografar e anexá-las onde denunciam as transformações urbanas de Nossa Senhora das Dores e sociais das famílias consultadas.

Ao final do projeto os alunos irão debater entre eles em sala de aula podendo mostrar o que conseguiram recolher a partir dos dados obtidos no trabalho de campo com seus familiares. Assim tendo a troca de experiências do que foi adquirido ao longo da elaboração da pesquisa baseado no tema sobre a história local vivida.

Podendo assim demonstrar o incentivo de valorizar a sua própria história e de seus familiares dando a importância às mudanças vividas no cotidiano.

Cronograma:

O projeto irá se realizar no período de um mês. Segue abaixo o cronograma:

1ª semana
2ª semana
3ª semana
4ª semana
Buscar referências bibliográficas
Reunir as informações obtidas
Aplicar os questionários.
Entregar os relatórios realizados pelos alunos.

Elaborar os questionários
Fotografar aspectos que denunciem mudanças urbanas e na sociedade.
Discutir sobre o que foi realizado com a execução do projeto.



Referência Bibliográfica:

àAntigo: “As potencialidades da história local para a produção de conhecimento em
sala de aula: enfoque do município de Sorocaba” (Arnaldo Pinto Júnior)

àSite: www.visitedores.com

Um comentário: